Entenda tudo sobre a cirurgia refrativa a laser

 

No momento em que mencionamos o termo cirurgia, é comum que os pacientes fiquem apreensivos com os possíveis riscos. Pois cirurgia requer preparo, anestesia, cuidados pós operatórios e seguir as recomendações médicas.

O Dr. Rodrigo Marzagão que é médico oftalmologista, realiza cirurgias refrativa a laser em Joinville, explica que o processo da cirurgia refrativa a laser é mais simples e diferenciado, já que utiliza métodos mais modernos para a correção de problemas oculares, mesmo quando se tem alto grau.

As condições  oculares que podem ser corrigidas com essa cirurgia a laser são: Miopia, Hipermetropia, Astigmatismo, Hipermetropia com astigmatismo, Miopia com astigmatismo e Presbiopia (vista cansada).

Os principais benefícios da cirurgia refrativa a laser:

Quem é indicado para fazer a cirurgia refrativa a laser

A cirurgia refrativa a laser é indicada para pessoas maiores de 20 anos que queiram abandonar os óculos, podemos destacar ainda como pré-requisitos:

O Dr. Rodrigo Marzagão destaca que para a realização da cirurgia refrativa existem dois métodos a laser que podem ser utilizados: LASIK e PRK. Ambos se mostram eficientes e seguros, a escolha de qual método usar dependerá do resultado dos exames pré-operatórios.

O procedimento utilizando a técnica LASIK atua diretamente na córnea, modificando sua curvatura e permitindo com isso uma melhora da visão. Já o PRK extraia uma fina camada da córnea para fazer o procedimento sem corte.

Como é realizada a cirurgia refrativa a laser?

Em geral a cirurgia refrativa a laser é bem tranquila e não causa dor ao paciente, o médico oftalmologista aplica um colírio anestésico no olho que vai operado, após o seu efeito o paciente é encaminhado para a sala de cirurgia onde o paciente vai receber o laser na córnea.

O tempo do procedimento pode variar, mas em média leva cerca de 20 minutos para os dois olhos, variando de acordo com a técnica que vai ser utilizada. Após a cirurgia o paciente é liberado e precisa a seguir as orientações médicas recomendadas.

Toda cirurgia oferece risco – destaca o Dr. Rodrigo Marzagão, mas no caso da cirurgia refrativa a laser, as chances são mínimas, isso porque antes da cirurgia, uma avaliação detalhada do paciente é realizada, através de vários exames o que torna a eficiência do procedimento bem alta.

O método PRK normalmente é mais incomodo no início e sua recuperação visual pode ser mais demorada. Já no LASIK o paciente consegue notar uma grande diferença na visão já no término da cirurgia.

Após a cirurgia refrativa a laser é comum o paciente sentir algum desconforto, como sensação de área nos olhos, lacrimejar de forma excessiva, uma leve coceira e sensibilidade a claridade, podendo ser amenizada com a utilização de óculos escuro.

Independente da técnica utilizada para a realização da cirurgia refrativa, é importante que o paciente siga as orientações do seu médico oftalmologista, utilize o colírio corretamente e não realize atividades como, o uso de computadores, condução de veículos e a prática de atividades físicas. Faça o acompanhamento do pós operatório

VEJA MAIS SOBRE CIRURGIA REFRATIVA EM JOINVILLE

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.