O que são Lentes de Contato?

Bem populares, as lentes de contato são utilizadas diretamente em contato com os olhos. Geralmente podem ser fabricadas em material gelatinoso ou um pouco mais rígido e são recomendadas para corrigir erros refrativos e aumentar a saúde ocular, bem como a qualidade de vida dos pacientes.

As lentes de contato “flutuam” na camada superficial da córnea, onde fica a película lacrimal e são indicadas na maioria dos casos de miopia, astigmatismo, hipermetropia e etc. Isto porque conseguem corrigir o grau dos olhos permitindo que o paciente consiga enxergar normalmente. Ela também é indicada para pacientes que não se adaptaram muito bem ao uso de óculos, que praticam esportes ou até mesmo por questões estéticas.

Como as Lentes de Contato Funcionam ?

As Lentes de Contato funcionam como uma lente dos óculos de grau, porém elas ficam diretamente em contato com o globo ocular e por isto muitas vezes são mais fáceis de terem adaptação do paciente.

No início, as lentes de contato foram criadas apenas com o intuito de proteção dos olhos. Com o passar do tempo, notou-se os benéficos de acrescentar grau a estas lentes surgindo assim as primeiras lentes de contato para correção de problemas visuais.

Atualmente temos vários tipos de lentes de contato e em vários materiais, sejam eles mais rígidos os gelatinosos.

Tipos de Lentes de Contato

As lentes de contato precisam ser individuais, pois a recomendação do uso das mesmas não é igual para todos. Atualmente existem vários tipos de lentes de contato com formas e graus específicos para cada problema que precisa ser corrigido.

O uso das lentes de contato também pode variar, sendo mais comum as de uso diário. Também existem lentes de uso quinzenal e até mesmo mensal. Tudo dependerá muito da indicação do oftalmologista e o desejo do paciente.

Composição das Lentes de Contato

Atualmente existem muitas lentes de contato disponíveis no mercado, que variam desde sua composição até mesmo tipos e formatos. Quando falamos em composição temos as lentes gelatinosas e as lentes mais rígidas, seu uso é recomendado de acordo com a orientação do oftalmologista e grau do problema que o paciente quer corrigir.

As lentes de contato mais gelatinosas são chamadas de hidrogel ou hidrofílicas e este tipo de componente é muito seguro e o mais procurado no mercado, pois é muito confortável. Estas lentes se adaptam facilmente às características dos olhos e possuem grande percentual de água em sua composição, mantendo a hidratação e a alta capacidade de circulação de oxigênio. Geralmente são usadas no tratamento de doenças mais leves como astigmatismo, miopia e hipermetropia.

Já as lentes de contato mais rígidas são indicadas para problemas mais graves. Comparadas às lentes gelatinosas são pouco maleáveis, porém mais duráveis e até mesmo mais resistente as bactérias. Além disso, exigem menos manutenção, são mais rígidas e normalmente são recomendadas para casos mais graves, como pacientes com ceratocone. Apesar disto, podem ser usadas por qualquer tipo de paciente que se adapte a elas.

Cuidados com as lentes de contato

As lentes de contato entram diretamente em contato com os olhos e por isto os pacientes que escolhem este tipo de tratamento devem estar cientes de alguns cuidados. Sempre as mantenha higienizadas, preferencialmente de manhã e à noite, para evitar o aparecimento de bactérias e contaminação. Outros cuidados são indicados para que a lente de contato, independente a composição, não seja danificada é o fato de sempre as retirar ao dormir pois o uso prolongado das mesmas pode causar irritações no globo ocular.

Indicações

As lentes de contato podem ser usadas praticamente por qualquer pessoa, seja por questões de tratamento quanto para estética e por isto não existe indicação especifica. A recomendação principal é para pacientes que praticam alguns tipos de esporte onde os óculos podem vir a ser incomodo. Geralmente o uso de lentes de contato está associado a uma maior liberdade de movimentação do paciente e também a estética.

Perguntas Frequentes

As lentes de contato podem se perder atrás do meu olho?

Esta dúvida é muito comum e frequente, porém é fisicamente impossível uma lente de contato perde-se “atrás” do olho, pois existe uma membrana que cobre o olho e o protege deste tipo de acontecimento, uma vez que ela está ligada ao interior das pálpebras ainda reforça que a lente não passará por este canal.

Que idade preciso ter para utilizar lentes de contato?

Não existe uma idade mínima indicada, muitas vezes pode-se começar a usar lentes de contato ainda na adolescência. Mas recomenda-se que as lentes de contato sejam usadas somente quando o uso dos óculos está comprometido e a pessoa precisa de mais liberdade em suas movimentações.

A lente escapou do olho, posso colocá-la novamente?

É muito comum isto acontecer, mas caso ocorra, não as coloque de novo. Os micro-organismos e bactérias podem ter entrado em contato com o produto, o que pode causar lesões ou infecções nos olhos. Caso a lente de contato “escape” do olho se faz necessário higienizá-la antes de colocar novamente. Portanto, nunca coloque a lente novamente antes de higienizar.